Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Grito

 

 

 

 

No silêncio d’uma dor vai-se arrastando,

A injustiça no que me resta da alma,

Que já e logo desafia minha calma,

E pouco a pouco até já me vai matando.

 

Quero rasgar a voz soltar um grito,

Dizer-vos que a vida não terminou,

Apenas foi só algo que a mudou,

E de mim fez um ser muito aflito.

 

Eu quero nunca querer mal a ninguém,

É este o sentimento que me apraz,

Por aqui devo seguir algo me diz,

 

Que fazendo nesta vida sempre o bem,

Vou um dia encontrar a minha paz,

E quem sabe?! voltarei a ser feliz.

 

 

                                                                            Casimiro Costa

 

 

 

publicado por casimirocosta às 12:39

link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De poetaporkedeusker a 8 de Janeiro de 2010 às 15:14
Bravo, meu amigo! Voltará, de certeza absoluta, a ser feliz!
Também eu tive uma tremenda depressão reactiva há muitos anos e sei bem que não nos é nada fácil perspectivar o futuro quando estamos assim tristes... mas, com o tempo, a tristeza vai-se apagando aos poucos, as "nuvens" acabam por se afastar e nós voltamos a sentir-nos parte da maravilhosa aventura da Vida!
Um enorme abraço cheio de amizade e muita esperança!
De casimirocosta a 8 de Janeiro de 2010 às 18:38
Muito obrigado amiga pelas suas palavras.
Esperemos que assim seja.
Que Deus a bendiga.
Um grande abraço.
Casimiro Costa
De poetaporkedeusker a 11 de Janeiro de 2010 às 12:02
Não me responda se não lhe apetecer, meu amigo. Os comentários que faço não têm obrigatoriedade de resposta, de forma nenhuma. Eu vou vindo até cá, de quando em quando, pois sei que, mais tarde ou mais cedo, se vai sentir como novo! Vai ver!
Um grande abraço e que fique na paz de Deus.
De casimirocosta a 13 de Janeiro de 2010 às 10:19
Olá minha grande amiga Maria João.
Muito obrigado pela sua preocupação, são amigos assim que a gente precisa para nos mantermos vivos e activos.
Um grande abraço minha amiga.
Eu voltarei por vocês.
Casimiro Costa
De poetaporkedeusker a 13 de Janeiro de 2010 às 16:42
Vai voltar, sim, meu amigo! Um dia, quando menos esperar, acorda mais bem disposto, vê o sol a brilhar e recomeça a brilhar com ele! Eu acredito que sim!
Um enorme abraço!
De Fisga a 10 de Janeiro de 2010 às 11:27
Olá meu amigo Casimiro. Devo dizer-lhe antes do mais, que adicionei o seu poema aos meus favoritos, tão bonito o achei. Mas pareceu-me que ele tentou mostrar algo de menos bom de uma fase que o meu amigo está a atravessar, mas se eu estou certo no que penso, espero bem que não, mas se estiver, vamos ter esperança que o diabo, não vai estar sempre a trás da porta. E que tudo vai passar. O tempo é um grande médico, não só de corpos doentes, como de mentes afectadas pelos desgostos, com que a vida nos presenteia. Adorei o poema
De casimirocosta a 13 de Janeiro de 2010 às 10:11
Muito obrigado meu grande amigo Eduardo, pelas suas palavras sempre reconfortantes.
Prometo que voltarei.
Um abraço grande meu amigo.
Espero que esteja completamente restablecido.
Que DEUS o acompanhe sempre.
Casimiro Costa
De linhaseletras a 11 de Janeiro de 2010 às 01:11
Boa noite, este seu soneto está muito bonito, mesmo sendo um grito de algum desespero, gostei muito e vai ver que o que o atormenta agora no futuro há-de parecer menos doloroso porque o tempo tudo cura, e alem disso o"Céu" nem sempre tem nuvens.
Um abraço até amanhã
De casimirocosta a 13 de Janeiro de 2010 às 10:02
Olá amiga Idalina, muito obrigado pelas suas palavras
Eu voltarei!
Um abraço amigo.
Casimiro Costa
De Catarina Portela a 14 de Janeiro de 2010 às 15:04
Claro que voltas... Assim como eu volto sempre ao espaço de quem gosto :)

Lindo... como sempre nos habituas-te!
De casimirocosta a 14 de Janeiro de 2010 às 17:15
Ó minha boa amiga, como estás? Que prazer saber que não te esqueces-te de mim.
Catarina, desculpa a minha ausência, mas não tenho andado muito bem.
Eu voltarei pelos meus amigos.
Um abraço grande.
Casimiro Costa

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Meu povo irmão

. Momentos

. Um abraço á Madeira

. Dia dos namorados

. 30 anos bodas de pérola

. Pelo Haiti

. Grito

. O mais forte amor do mund...

. A todos bom Natal

. Em jeito de fado

. Prémio para os meus AMIGO...

. Poesia ou melodia?

. Peço perdão

. Sentidos da vida

. Obrigado amiga

. O papel é meu amigo

. MAL AMADO

. Criança é amor

. Obrigado Madeira

. ...

. Férias do 13 ao 30

. Um convite aos meus amigo...

. Minha filha

. Dolorosa lição

. USA O CORAÇÃO

. Sensibilidade após Abril

. Corre sempre atrás dos so...

. Homenagem a meus pais

. Meus amigos

. PORQUE GOSTO DE VÓS

. Criancinha de ninguém

. Queria sorrir

. Medo

. Retalhos da minha vida

. O POETA

. ...

. ...

. Só não vos quero perder

. Hora de nostalgia

. Porque choro?

. Saudade

. Minha netinha

. APRESENTAÇÃO

. Mulher

. O invejoso

. O meu pai foi calceteiro

. A vida e a saudade

. Perdi meu PAI

. Pureza inocente

. Desilusão

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Outubro 2008

. Junho 2007

. Julho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Perdi meu PAI

. A vida e a saudade

. Marcas da vida

. É tão bom ser teu avô

. Adeus campeão

. Se eu pudesse

. Nó na garganta

. Um bom filho

. Mamã coragem

.Amigos online

.Contador Visitas

Moveis
Contador de visitas grátis
DESDE 07-05-2009


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

.subscrever feeds