Domingo, 14 de Março de 2010

Momentos

Eu quis ganhar algum tempo,
Do tempo que me sobrava,
E pensei que no momento,
Era tempo que ganhava.

 

Vi-me a pensar nessa hora,
No valor do sentimento,
Dos que mostram cá por fora,
O que não sentem por dentro.

 

E entender não consigo,
Quando sigo meu caminho,
Se eu rir, riem comigo,
Se chorar, fico sozinho.

 

Quem ama não lhe ocorre,
Desistir antes do fim,
Amigo é quem me socorre,
Não quem tem pena de mim.

 

Esta verdade conduz,
Minha vida com traquejo,
Se viro as costas á luz,
Já só minha sombra vejo.

 

Depois disso constatei,
Minha mente depurada,
Foi de tanto que chorei,
Que a alma ficou lavada.

 

Minha alma faz retorno,
Sou um espelho reflector,
Da minha palavra dono,
Do meu silencio senhor.

 

Casimiro Costa

publicado por casimirocosta às 10:22

link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De M.Luísa Adães a 18 de Março de 2010 às 10:28
Olá Casimiro

Linda essa confissão,

do valor dos sentimentos,
daqueles que se dizem
e dos verdadeiros
que não se dizem...

Romântico e terno, meu amigo.

Maria Luísa
De casimirocosta a 18 de Março de 2010 às 12:11
Obrigado, minha amiga fiel!...
É um enorme prazer encontra-la aqui!
Adoro a sua forma de entender e de dizer.
Ternos são sempre os seus comentários!
Um abraço, amiga.
Casimiro Costa
De linhaseletras a 22 de Março de 2010 às 00:03
Boa noite Casimiro, que lindas estas suas quadras, cheias de sentimento mas também de alguma desilusão.
Eu sempre gostei de escrever quadras, mas agora habituei-me ao sonetos e há bastante tempo que não escrevo quadras, a minha neta é que diz que gosta de tudo o que escrevo mas se tivesse de escolher seriam as quadras as eleitas.
Um abraço até amanhã.
De casimirocosta a 24 de Março de 2010 às 11:15
Olá amiga Idalina, muito obrigado pelas suas palavras.
Quem gosta da poesia, escreve de qualquer forma, depois os gostos são relativos, eu também gosto muito das quadras, talvêz porque toda a vida vi o meu pai fazer. O meu pai já faleceu, mas deixou por volta de sessenta mil quadras feitas.
Um abraço
Casimiro Costa
De M.Luísa Adães a 28 de Março de 2010 às 10:16
Olá meu amigo

Li e reli o poema e fixei muitas coisas
reparei nessas coisas...

"Se tu rires, riem contigo - não duvides!

Se tu chorares
olham ao lado,
fingem não ver
e se afastam, meu amigo...

Mas tua Alma está limpa
o teu proceder é correcto

Tu és a Verdade
Eles mentem!

Lindo poema e linda música.

Beijos,

Mª. Luísa
De casimirocosta a 1 de Abril de 2010 às 21:02
Muito obrigado minha amiga, tenha uma santa páscoa e se for possivel chover felicidade, quero que haja uma tempestade em sua casa.
Muito obrigado e que Deus a abençoe.
Casimiro Costa
De M.Luísa Adães a 2 de Abril de 2010 às 09:18
Casimiro

Obrigada pelas mil felicidades desejadas.

Páscoa Feliz para ti e teus familiares e amigos.

Beijos,

Mª. Luísa
De M.Luísa Adães a 14 de Abril de 2010 às 10:36
Casimiro

O tempo passa célere
e eu sinto a tua falta.

Quanto mais tempo passa,
mais sinto a tua falta!

Volta amigo!

Maria Luísa
De casimirocosta a 15 de Abril de 2010 às 10:14
Minha querida amiga Maria Luísa, que bom saber que sente a minha falta.
Eu vou estando presente mesmo que ausente nos comentários, ou em postar alguma coisa, mas sabe amiga, o tipo de negocio que tenho, não me deixa muito espaço na cabeça, eu enquanto tinha coisas escritas ia postando, agora ando pouco produtivo , as canseiras são muitas e muitos empregados, mesmo assim de vou fazendo alguma coisa quando posso.
Um beijo grande para si, com muita saúde.
Casimiro Costa
De M.Luísa Adães a 15 de Abril de 2010 às 12:14
Casimiro

Fico feliz por se encontrar bem, mesmo com muito
trabalho e a inevitável falta de tempo.

Um dia vai apetecer-lhe escrever, alguns dos seus
poemas. Até lá, espero pelo meu amigo.

Beijo da amiga,

Mª. Luísa

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Meu povo irmão

. Momentos

. Um abraço á Madeira

. Dia dos namorados

. 30 anos bodas de pérola

. Pelo Haiti

. Grito

. O mais forte amor do mund...

. A todos bom Natal

. Em jeito de fado

. Prémio para os meus AMIGO...

. Poesia ou melodia?

. Peço perdão

. Sentidos da vida

. Obrigado amiga

. O papel é meu amigo

. MAL AMADO

. Criança é amor

. Obrigado Madeira

. ...

. Férias do 13 ao 30

. Um convite aos meus amigo...

. Minha filha

. Dolorosa lição

. USA O CORAÇÃO

. Sensibilidade após Abril

. Corre sempre atrás dos so...

. Homenagem a meus pais

. Meus amigos

. PORQUE GOSTO DE VÓS

. Criancinha de ninguém

. Queria sorrir

. Medo

. Retalhos da minha vida

. O POETA

. ...

. ...

. Só não vos quero perder

. Hora de nostalgia

. Porque choro?

. Saudade

. Minha netinha

. APRESENTAÇÃO

. Mulher

. O invejoso

. O meu pai foi calceteiro

. A vida e a saudade

. Perdi meu PAI

. Pureza inocente

. Desilusão

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Outubro 2008

. Junho 2007

. Julho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Perdi meu PAI

. A vida e a saudade

. Marcas da vida

. É tão bom ser teu avô

. Adeus campeão

. Se eu pudesse

. Nó na garganta

. Um bom filho

. Mamã coragem

.Amigos online

.Contador Visitas

Moveis
Contador de visitas grátis
DESDE 07-05-2009


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

.subscrever feeds