Terça-feira, 4 de Abril de 2006

Gotas de orvalho

Eu gosto de fazer quadras

E meu estilo não mudo

Para quem me ler as palavras

Lhe encontre algum conteúdo

 

 

A vida para ser vivida

Obriga-me ao sofrimento

Mas não tem força que consiga

Calar o meu pensamento

 

 

Eu fui sempre um sonhador

Escrevo versos com amor

Porque um dia descobri

Que ninguém é igual

Mas vive sempre mais mal

O que vive só para si

 

 

Se um dia me veres perdido

Só triste e desiludido

Sem ver luz no horizonte

Quero só tua atenção

Preciso da tua mão

Não do dedo que me aponte

 

 

A minha cultura é pouca

Escasseio em sabedoria

Mas faço muita orelha mouca

Para ensinar filosofia

 

 

Com o devido respeito

Se me assiste este direito

Nunca julgar os demais

Vou aprendendo aos bocados

Que quando estamos calados

Por vezes dizemos mais

 

 

Se eu pode-se descrever

A minha escrita e dizer

O que sente o coração

Era um jardim em retalho

Que vou regando de orvalho

Quando tenho ocasião
publicado por casimirocosta às 22:48

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Gotas de orvalho

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Outubro 2008

. Junho 2007

. Julho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Perdi meu PAI

. A vida e a saudade

. Marcas da vida

. É tão bom ser teu avô

. Adeus campeão

. Se eu pudesse

. Nó na garganta

. Um bom filho

. Mamã coragem

.Amigos online

.Contador Visitas

Moveis
Contador de visitas grátis
DESDE 07-05-2009


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

.subscrever feeds